Mais uma meta análise de uso de máscaras

Não há prova de eficácia de máscaras

Mais uma meta análise exaustiva que não encontra prova de eficácia de uso de máscaras, em multiplas vertentes e ambientes de uso. Desde infecção directa ou secundária, infecão em casa ou na comunidade, um estudo muito abrangente.

A única conclusão é que não há dados, que são problemas muito complexos com muitas variáveis e não é possivel portanto afirmar qualquer efeito.
Esta afirmação é devastadora para todas as leis que ditam uso de máscaras: Há uns estudos com má qualidade e maus métodos que dizem que reduz infeção mas tal não se confirma em investigação de qualidade.

Analyses of impacts of non-pharmaceutical interventions (NPI) in the COVID-19 pandemic are preliminary and some have been criticised for indirect measurements, use of selective data and inappropriate analytical methods [5759]. Compliance information is also not usually included in these natural experiment studies. It is not clear why population studies have tended to show definitive findings on mask wearing, which are not reflected in primary research.

Perante tantas revisões e análises conhecidas a única decisão racional é retirar todas as leis que ofendem os direitos de milhares de milhões de pessoas, por manifesta falta de prova de qualquer eficácia. Não há justificação possivel para medidas de tal envergadura na mais absoluta falta de prova de que o custo justifica os fins. Não vale tudo.

Eurosurveillance | Community use of face masks and similar barriers to prevent respiratory illness ...
Background Evidence for face-mask wearing in the community to protect against respiratory disease is unclear. Aim To assess effectiveness of wearing face masks in the community to prevent respiratory ...

Mais uma meta análise de uso de máscaras

Anterior
Próximo