Libertados os presos do campo de concentração

Depois de terem sido violentamente mandados prender a meio da noite, um tratamento indigno que nem os animais para abate são sujeitos, nem culpados ou suspeitos de crimes de sangue, o tribunal manda retirar os imigrantes do campo de concentração. Uma meia vitória, pela via administrativa, não havendo ainda punição pelo crime de prisão ilegal e violação dos direitos Humanos mais elementares. Mas um passo no sentido fundamental. FacebookTwitterLinkedinReddit

Habeas Corpus

Tribunal Judicial da Comarca de Beja Juízo Local de Competência Genérica de Odemira Exmo. Senhor Juiz de Instrução Rui Pedro Fonseca Nogueira da Fonseca e Castro, juiz de Direito, portador do Cartão de Cidadão n.º …, titular do NIF …, com domicílio na …, vem requerer HABEAS CORPUS a favor de várias pessoas cuja identificação não foi possível obter, mas cujo número se situa entre vinte e trinta, nos termos e com os fundamentos que se seguem: Questão prévia: A omissão da informação referente ao número de pessoas ilegalmente detidas e respectivas identidades deve-se, conforme infra explanado, exclusivamente à circunstância […]

Lei para uns, amiguismo para outros. Corrupção moral das forças da suposta ordem

Quando vos mandarem usar mascara, quando vos tentarem multar, quando vos disserem que é para vosso bem, lembrem-se quem sao os paus mandados que vos roubam os direitos. Isto é a “lei” de “emergência” de “calamidade”. É por isto que se destroem vidas e actividades, se destroi a educação de uma geração. Um dono de um bar em Alvor (?) mandado fechar e ameaçado de multas durante meses e meses, encontra os mesmos carrascos alegremente a beber na tasca dos amigos. Confrontados, inventam e alinham com mentiras como “tenho parecer da delegada de saúde” ou “vocês estão todos na mesma […]

Os pseudo estudos de eficácia de vacinas

Hoje o jornalixo tirou o dia para propagandear um suposto estudo muito importante de eficácia de vacinas em Israel. Primeiro, nenhum medicamento tem a sua eficácia calculado em estudos retroespectivos. ZERO. Uma aberração. Os ensaios clínicos são feitos em RCT, random control trial, com grupo de intervenção e placebo/alternativa escolhidos aleatoriamente. Porque o número de variáveis que podem confundir os resultados são de tal ordem complexas e em tal número que só assim se consegue de alguma forma anular essas variáveis externas, jogando com aleatoriedade. Ambos os grupos – teoricamente – tem a mesma influência das variáveis externas e anulam-se […]

O especialista a promover fraude

Um dos lambe lantejoulas do jornalixo, ouvido e convidado a centenas de peças de jornalixo como “especialista” de coisa nenhuma, faz render o sorriso branco e palavras de charlatão. Agora e vedeta da publicidade. Da publicidade a fraudes, a prometer proteções impossíveis, a promover a fraude oportunista! Já acabou o dinheiro dos pseudo testes de máscaras – mais fraude – há que vender mais um pouco da decência! Querem que gozem mais com a vossa cara?   FacebookTwitterLinkedinReddit

A consumação da sodomia pela ditadura

«Migrantes chegaram às 4h da madrugada desta quinta-feira. GNR criou uma barreira com militares, carrinhas e cães» Entrada em casas durante a madrugada, com aparato policial. Onde param os direitos cosntituicionais de inviolabilidade do domicilio, em especial DURANTE A NOITE!?! Toda a democracia morreu nesta noite, da nacionalização de bens com pretensa “calamidade” e para “o vosso bem”. Isto é a noite de cristal Portuguesa, a noite que se queimou o que resta da democracia. A noite que pessoas inocentes foram presas e mais mal tratadas que criminosos de sangue, que bens privados foram nacionalizados numa fraude constitucional. A partir […]

Regras só porque precisam de mostrar regras

Apareceram imagens de aglomerados a frente de uma loja. Aglomerados que não tiveram qualquer efeito numa infeção que já não existe, que como acontece há milhões de anos, desaparece sazonalmente. Pois as beatas da nova religião indignaram-se e a marca impos tratamento de gado ao melhor nivel. Deprimente a total irracionalidade, a burrice. Ninguém pergunta “estamos a fazer isto porquê? Não se infectou ninguém!!!” Obedientes e caladinhas para o matadouro.   FacebookTwitterLinkedinReddit

Depois de mentirem o Poligrafo admite a verdade

Depois de dezenas de peças a indicar conteudos como “falsos”, incluindo alguns conteúdos meus, o Poligrafo é obrigado a admitir os dados nus e crus, a efabulação que tem alimentado. Depois de meses a destruir o alcance das minhas – e de muitos outros –  páginas e públições com “falsos” martelados para lamber as botas ao poder – o jornal é do grupo impresa, cujo director é irmão do primeiro ministro. Perante dados inquestionáveis apresentados agora por António Ferreira, médico internista e antigo director de serviço de um dos maiores hospitais do país, o poligrafo faz a cambalhota e dá […]

Semana 19 leva infeções respiratórias e traz paisagens únicas

Com a semana 19 temos a certeza que as infeções respiratórias deixam de se fazer sentir. Com a semana 19 um minúsculo vale encantado ganha um torrente de Amarelo e de Roxo, única no mundo. Uma sub-espécie rara de Loendro (Rhododendron ponticum subsp. baeticum) aninha a suas flores luxuriantes na torrente de amarelo da giesta em redor e tornam este lugar aqui o mais belo do país. Durante 2 semanas. Fujam da loucura de hipocondríacos, encontrem a racionalidade de um riacho que escorre cristalino na torrente de cor. Depois não digam que não vos avisei que a magia era só […]

A causa de ter havido 700 mortos por dia

Não foi o vírus cuja IFR de 0,15% é trivial. Foram as mentiras e o medo. Foram as mentiras que era preciso salvar o sistema de saúde- quando o sistema de saúde existe para salvar pessoas!!! Foram as mentiras de que estavam em ruptura e era preciso cancelar cuidados básicos. Foi o medo de propagandistas travestidos de jornalistas que aterrorizou quem precisa de cuidados e não os procuraram. Foi a cobardia de filhos e netos que abandonaram o velhinhos em antros de morte. Foi a falta de 11 500 000 de consultas. 26 000 000 de actos diagnóstico. 126 000 […]

As UCI nunca estiveram em ruptura

O Pedro Almeida Vieira publicou dados internos da região de saúde norte sobre taxas de utilização dos diversos serviços no pico da “calamidade” em Janeiro, quando os “especialistas” da treta andavam todas as horas a chorar ao jornalixo o que estes queriam vender. Nenhum serviço hospitalar esteve em ruptura. Todos com taxas de utilização NORMAIS para a época de gripe. Sim os hospitais e as UCI são sempre utilizadas em elevadas percentagens porque obviamente são recursos carissimos e seria péssima gestão ter tais unidades com baixa utilização a ganhar moscas. Obviamente são sempre dimensionadas paras necessidades e portanto idealmente com […]

A pornografia de obedecer a quem lhes paga

Para o jornalismo, jovens a divertir-se num miradouro sem consumir os produtos que lhes alimenta o orçamento de publicidade são perigosos propagadores de doenças e dignos de noticia por isso mesmo. Para a mesma redação servil aos seus interesses de transmitir “jogos” e agarrar espectadores aos seus esgotos a céu aberto, os adeptos dos clubes são seres esterilizados e incapazes de transmitir a mui perigosa mentira que alimentam. Não têm vergonha, não têm cara. Morreram há muito e limitam-se a gritar bem alto o quão asquerosos se tornaram. FacebookTwitterLinkedinReddit

A pornografia do medo

Não há outra forma de descrever o que o jornalixo anda a fazer com a Índia: pornografia do medo. Depois dos “mortos a cair” nas ruas, depois dos caixões de naufrágio na Itália, dos corpos no Equador, das valas comuns em Nova Iorque, das valas comuns em Manaus, agora passam pornografia à hora de jantar, pornografia de péssima produção made in India. Bollywood do mais rasca. Como pornografia que é, deve ser proibida nos meios de comunicação e reservada antros de cobardia e acedida apenas pelos adultos que dai retirem prazer. Temos de proteger as crianças destes realizadores obscenos, proteger […]

Como fazer uma vacina eficaz no gabinete

Mudam-se os critérios depois de começarem a vacina. Genial. Até haver vacina todos os falsos positivos são unicamente e exclusivamente mortes do virus. Depois da vacina, só o que é realmente grave é por causa do virus. Pelo caminho reduz-se o número de ciclos PCR para casos pós vacina, assim como que de forma a reduzir os 90% de falsos positivos. O virus continua igual, a vacina não precisa de imunizar nada, o gabinete de vendidos trata dos números. FacebookTwitterLinkedinReddit

A doença perigosissima que se cura no resort

Um concelho, por sinal o maior em termos de area do país, Odemira 1 720 km2. Um número de falsos positivos absolutamente ridiculo, 80, mesmo que fossem reais infectados seria ridículo em termos de saúde pública. Um critério de “risco” definido por “especialistas” sem a mais remota noção além umbigo do gabinete em teletrabalho. Cada falso positivo tem 22 km2 para si! Requisitar hoteis! Isso mesmo, carissimos, vivemos uma “doença gravissima” que justifica destruir paises, direitos constitucionais, educação de gerações, saúde mental e o mais que venha….. e vai se curar num resort. Aposto que nem nada disto tem a […]

Afinal houve associações não “autorizadas” a desfilar no 25 de Abril

Curioso que uma “democracia” não autorize um partido politico a desfilar numa manifestação – em violação da constituição e da lei 406/74, que não menciona “autorização” de manifestações, apenas a comunicação da sua realização. Os promotores de manifestação – os que comunicam a sua realização – não ganham direito sobre o espaço público, não podem impedir a realização de outras manifestações no mesmo local e mesma hora. Apenas a policia pode As autoridades deverão tomar as necessárias providências para que as reuniões, comícios, manifestações ou desfiles em lugares públicos decorram sem a interferência de contramanifestações que possam perturbar o livre […]

A morte nunca venceu a vida

Isto é a personificação do funeral, do silêncio do “respeitinho” pelos cadáveres já putrefactos que insistem em não enterrar, o lúgubre a ausência de sorrisos, a marcha funebre que toca ao fundo e zero ruido de crianças. A personificação de um poder na avenida, que ainda não sabe que já morreu, mas que já lhe fizeram o funeral. Isto é vida, é música é dança. É a força da natureza a provar que a morte nunca venceu a vida. Por mais morte que queiram lançar ao rio da vida, nunca este deixará de correr. Depois da morte vem sempre a […]

6800 famílias presas ilegalmente

A media decadente prefere usar “apenas” para se referir a 340 “casos” de testes positivos na testagem demente nas escolas. Esses 340 “casos” de falsos positivos – tratam-se, sem margem para dúvidas, exclusivamente de falsos positivos – são um oceano de destruição que a incapacidade e alucinação reinante não quer ver. Cada um deles enviou pelo menos 20 colegas para “quarentena”, prisão ilegal por ser decretada por um usurpador de função. Pelo menos metade desses, ou seja 3400, obrigaram familiares a ficarem a fazer de ama. Quantas destas 3400 familias tem trabalho remunerado à jorna, em recibos verdes, em negócios […]