Prepraram-se para destruir o resto do pais com 10 000 gambozinos

andre-dias.net

Houve 10 027 gambozinos detectados. Já se clama que o que resta vivo do país seja degolado.

Alguém notou que o número de testes sobe em linha com os “casos”? Não

Alguém notou que depois do fim de semana o número de “casos” sobe sempre? Não

Alguém fez o minimo de pensamento com tico e teco que depois de 2 semanas com os laboratórios e SNS a meio gás o efeito de fim de semana seria dramático? Não

Alguém notou que o número de internados e em UCI é residual, e não tem há semanas qualquer correlação com o número de casos? Não

Alguém notou que todos os anos a mortalidade sobe, muitas vezes em flexa, com o inverno e o frio? Não

Alguém notou que já passaram duas semanas desde o Natal e que o prazo de incubação e sintomas do covid-19 são SETE DIAS? Não

Alguém notou que na passagem de ano, há 7 dias, foram impostas as medias mais destruidoras de direitos que há memória no país? Não

Alguém notou que mesmo com medidas destruidoras nada mudou e a infeção continua a fazer o que quer? Não

Alguém notou que a Irlanda tem medidas de confinamento total de antes do Natal e que o crescimento de “casos” é ainda maior que Portugal? Não.

Alguém notou que o site transparencia.sns.gov.pt demontra que os hospitais estão com utilização minima história? Não

Alguém notou a descida dramática de mortos atribuidos na Suécia? Não

Todos os politicos e jornalixo só notam uma coisa: a carreira desesperada e tentar sobreviver num mundo que já não é ditado pelos seus poderes. Sobrevivencia pura e dura de meia duzia de caciques e néscios sem matemática desde o  nono ano. Acima de tudo, em nome deles, à custa de todos.

Anterior
Próximo