Facebook Post: 2021-02-28T12:32:25

andre-dias.net

Putigrafo Goebbels de novo em grande


Obviamente adotaram as estratégia Goebbels de “uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade”. Voltaram a renascer as “verdades” que os testes PCR tem valor preditivo alto/que não geram maioritariamente falsos positivos.

A lenga lenga? A mesma de sempre. Meia dúzia de “especialistas” sem qualquer formação em estatística médica, citar jornalixo atrás de jornalixo, um “especialista” cujo salário depende da venda de tais testes, e está a festa feita.

A proeza? Um dos “especialistas” admite preto no branco que os testes são lixo. O putígrafo continua impávido e sereno na narrativa lambe rabos do governo e dos “especialistas”, incapazes de por o tico a falar com o teco, que matemática foi coisa para abandonar no 9º ano que “não é precisa para nada”.

Foram perguntar a Vasco Barreto, cuja carreira e financiamento da sua carreira depende de vender e “desenvolver” testes PCR. O que diz Vasco Barreto?

Mas Vasco Barreto, que trabalha num laboratório, afirma mais uma vez que essa informação não é correta porque, no seu local de trabalho, “para 42% dos testes positivos foram precisos apenas 25 ou menos ciclos e há evidência científica da alta capacidade de propagação do vírus de casos “positivos” a menos de 25 ciclos.

Vasco Barreto diz que 58% dos positivos no seu laboratório são falsos positivos. Diz que 58% dos testes precisam de mais de 25 ciclos, e que portanto detetam pessoas nem doentes nem capazes de infetar, detetam lixo, falsos positivos. Vasco Barreto diz que os testes são PIORES que lançar a moeda ao ar, menos de 50%, uns 42%.

O jornalixo não lhe pergunta “desculpe, está a dizer que manda prender 58% das pessoas durante semanas sem que representem qualquer perigo ou infeção?”.

Facebook Post: 2021-02-28T12:32:25

https://andre-dias.net/putigrafo-goebbels-de-novo-em-grande/

https://www.facebook.com/105540661154771/posts/267466781628824/

Anterior
Próximo