Abuso infantil para violar os adultos

andre-dias.net

“Nós sabemos que as escolas, aparentemente, e vimos que são seguras e não houve grandes surtos de transmissão nas escolas, mas também aquilo que aprendemos é que a abertura das escolas tem efeitos colaterais, tem efeitos indirectos sobre a sociedade, porque liberta os pais para poderem ir trabalhar e vai libertando a sociedade, não é propriamente as escolas que sejam o principal factor que promove a transmissãocomo sendo as crianças os vectores dessa transmissão, mas são efectivamente um factor que confina muito a sociedade”.

Baltazar Nunes diz esta frase sem pudor. Baltazar Nunes é mais um dos “especialistas” escolhidos para emprenhar o governo de ideias homicidas. Baltazar Nunes diz que é aceitável abusar de uma geração de crianças negando-lhe o direito mais fundamental a educação para serem marionetas de violação de direitos constitucionais de adultos.

Admite preto no branco que sabe que as crianças não tem qualquer papel relevante na infeção, mas defende que se mandem prender famílias e que se lhe negue um serviço público fundamental para impor uma abordagem homicida de gestão de uma infeção respiratória sazonal de mortalidade banal.

Que o governo de atenção a pessoas capazes de actos abjectos destes, diz da podridão política dominante. Que o jornalixo divulge tais afirmações sem questionar se do seu papel de propaganda fétida, torna-os cúmplices das mortes.

 

Anterior
Próximo