Primeiro ministro anuncia a violação abjecta da lei

O primeiro ministro de um país a anunciar, pela segunda vez, que pretende dar pontapés no cadáver da constituição. Depois de anunciarem estados de emergência “preventivos”, uma gigantesca filha da putice que enterrou a constituição, agora volta a afirmar, como em 2020, que não querem mesmo saber do que diz a lei, que manterão a ditadura sem se preocupar em parecer minimamente legal.

Vão continuar “até que nos apeteça”, não havendo qualquer critério de parar com a chacina. “Imunidade de grupo” é o equivalente a “até que a raça seja pura e única”.

Corram com estes carrascos antes que a fome vos leve ao mesmo sitio onde está a constituição.

Primeiro ministro anuncia a violação abjecta da lei

Anterior
Próximo