Mortalidade por colapso de SNS em 140 num dia

Mortalidade por colapso de SNS em 140 num dia

No dia 06 Janeiro 2021 morreram 535 pessoas em portugal. Destas 95 foram classificadas, por um teste PCR sem qualquer aferição de qualidade, mortos Covid. 17% das mortes. O país continua em estado de emergência por causa desses 17%, em resultado dessa histeria por causa de 17% o SNS reduziu em mais de 30% os cuidados prestados. Não é coincidência o surgimento de um pico de mortalidade, o segundo mais elevado para um dia de inverno desde 2009.

Dado que não há gripe detectada, a justificação clássica para os picos de mortalidade invernal, só podemos atribuir o excesso de 140 mortos – a mortalidade normal por dia no inverno é de 300, menos o covid- ao colapso dos cuidados de saúde. Mas é tudo para “salvar velhinhos” e quem denuncie esta chacina, é “um insensivel que não pensa nos velhinhos”. Diria que ainda bem que não pensa, porque quem pensa neles só parece pensar na melhor forma de os exterminar, mais vale “não pensar”.

Todos os dias “médicos da moda” influencers e vendidos ao jornalixo em nome de despachar mais uns livros “humanitaristas” ou concorrer a mais à direção de um clube de futebol, nos dizem que os hospitais “estão um caos”. Infelizmente nem os dados oficiais do próprio SNS dizem isso, como os mortos – a maioria nem ao hospital chegam, morrem em casa e nos lares – provam que o caos é outro. Um caos de vazio de valores éticos básicos.

Mortalidade por colapso de SNS em 140 num dia

Mortalidade por colapso de SNS em 140 num dia

Mortalidade por colapso de SNS em 140 num dia

Anterior
Próximo