Fazer de conta que se cuida de quem precisa

Fazer de conta que se cuida de quem precisa

The shielding ratio, S, is defined as the ratio of prevalence of infection among people in a high-risk group versus among people in a low-risk group.

modest shielding was achieved in Israel, Slovenia, Germany and Denmark. No shielding was achieved in Hungary and Sweden. In Belgium (S=1.9), the UK (S=2.2) and Spain (S=3.1), nursing home residents were far more frequently infected than the rest of the population. In conclusion, the experience from the first wave of COVID-19 suggests that different locations and settings varied markedly in the extent to which they protected high-risk groups.

 

O indice S é a relação de infeção em grupos de elevado risco versus pessoas em grupos de baixo risco

Na Bélgica (S= 1,9), UK (S= 2,2) e Espanha (S=3,1), os velhinhos em lares foram muito mais infectados que o resto da população. Na Hungria e Suécia não houve qualquer proteção dos velhinhos. Na Eslovénia, Alemanha, Dinamarca e Israel apenas proteção muito moderada.

Os paises que mais se destruiram, e que mais medidas ditatoriais impuseram, conseguiram apenas matar os velhinhos em barda. UK e Espanha com muito mais velhinhos mortos que a população em geral, 2x e 3x mais vulneráveis mortos que na população em geral. Uma chacina dos que têm algum risco com o vírus, uma farsa de pseudo proteção à custa da destruição dos países. Um falhanço total de toda a estratégia asinina que Portugal continua a seguir. Infelizmente o estudo não foca Portugal, mas podem ter a certeza que a percentagem de mortos de vulneráveis será igualmente vergonhosa.

https://gh.bmj.com/content/6/1/e004614

Fazer de conta que se cuida de quem precisa

Anterior
Próximo