O único confinamento que o país precisa é dos jornalixos

andre-dias.net

Se a constituição já não existe, não vejo qual a dificuldade em arrasar a liberdade de imprensa. Se o direito a identidade de 10 000 000 já não existe, qual o mal em tirar o direito de expressão a 1000?

Se a vida de milhões de crianças é moeda política e de cliques, qual o problema no silêncio de meia dúzia de inúteis na berma do desemprego?

Se o governo inventa processos legislativos porque não haverá de suspender licenças de emissão?

Encerrem-se já todas as redações, são a única fonte de contágio da única doença “nova” relevante: o medo.

Com elas abertas é o futuro de gerações inteiras, do país, e da saúde mental, que está  em colapso.

Anterior
Próximo