O governo é o maior patrão dos jornais

O governo é o maior patrão dos jornais

Dados do UK. Em 2020 o governo tornou-se o maior comprador de publicidade em jornais. O gasto da PHE (a DGS inglesa) aumentou 5 000%. Os jornais dependem exclusivamente do governo. O governo vende medo sem fundamento científico, os jornais escrevem o que o patrão manda. Os jornais sobrevivem mais uns anos perante o colapso mais que certo causado pela internet, o governo instaura uma ditadura e suspende todos os mecanismos de controlo democrático. Os políticos mantêm vivo o seu veículo de promoção eleitoral, os jornalistas recebem o salário ao servirem quem tem controlo da fonte de dinheiro.

Isto é obviamente e cristalinamente um resgate a uma indústria moribunda ou morta, alicerçada na venda de medo. Usar dinheiro de impostos para alimentar condutores de carroças que não se aperceberam que foram inventados comboios, para que senhores feudais continuem a pavonear os seus coches dourados nas aldeias sem trigo para pão.

Em Portugal o cenário será ainda mais acentuado. Com um mercado anémico e com 30 000 000 já entregues pelo governo em “publicidade” estaremos a falar de o governo eclipsar por completo todo o mercado de publicidade.

 

O governo é o maior patrão dos jornais

 

Until 2020 the Government was not a major advertiser in newspapers. According to Newsworks, the marketing body for national newspapers, between February 1st, 2019 and January 31st, 2020, the Government was 30th on the list of UK’s spenders on newspaper advertising, shelling out £6.23 million over that one-year period (approximately 13% of HM Government’s advertising budget), a figure dwarfed by Amazon and Sky, which spent five times as much.

All that changed during the pandemic, when the Government became the nation’s largest advertiser across all media. Between March 23rd and June 30th, 2020, Public Health England’s advertising spend increased by 5,000 per cent (year-on-year), reaching £44 million in that three-month period.

Though less than a quarter of the Government’s total outlay for COVID-19 information and communication, the spending has proved significant enough for the newspaper industry to hail this continued Covid advice blitz as vital for its revival in 2021. 

Anterior
Próximo