Não há epidemiologistas em Portugal

Não há epidemiologistas em Portugal

Já há vários meses que tinha alertado para o simples facto que não há epidemiologistas em Portugal.

Agora o Pedro Vieira encontra dados formais de tal.
Não há epidemiologistas em Portugal

Quando alertei para tal, fui obviamente insultado. Sabia que assim era por ter formação e trabalhado com dezenas de epidemiologistas na Alemanha e U.K. e naturalmente investiguei qual era o mercado de trabalho em Portugal à altura. Obviamente não existia e não existe.

Pura e simplesmente o governo e o jornalixo inventa, convida e insulta quem não alinhar nos seus “especialistas” vendidos como “epidemiologistas”. Um veterinário a vender máscaras, surge como supra sumo da epidemiologia. Um cacique político candidato a direção de clube de futebol, especialista máximo. Um biólogo vegetal aparece formalmente como “epidemiologista” no jornalixo.

A pessoa com a carreira mais extensa na área que mais afinidade tem com epidemiologia, Jorge Torgal, convidado para calendas gregas médiaticas e sem dignidade de aparecer nas “reuniões infarmed” com que os ditadores lavam as mãos.

Quando alertei que sou das poucas pessoas – não sou o único, sou dos poucos – que tem formação em epidemiologia, os caciques e oportunistas preferem o insulto e escárnio. A mim tanto me dá, não tenho qualquer intenção profissional ou pessoal em epidemiologia…. não há…. epidemiologia em Portugal. Mas ajuda a compreender o buraco de asnos que estamos metidos.

Anterior
Próximo