Falsos positivos em chafaricas que só querem faturar

Falsos positivos em chafaricas que só querem faturar

Quando as chafaricas de “testagem” – que é um insulto aos reais laboratórios usar a palavra “laboratórios” – não conseguem despachar sequer os testes para a aberração de testagem a ser feita.

Agora usem o “bom senso” que todos insistem a ser a verdade absoluta para destruir países, e concluam o que significa na qualidade dos resultados. Especificidade 97%? Isso é para laboratórios. Chafaricas à procura de lucro em nome do medo que espalham, se tiverem especificidade de 75% são “excelentes”. Tudo a despachar.

Evitar contaminação de amostras? Para quê? O lucro está garantido! Selecionar fornecedores de reagentes de qualidade? Para porcos qualquer bolota basta. Calibrar equipamento? Vamos perder horas a despachar lixo por valores absurdos!

A percentagem de testes positivos sobre o total tem aumentado. Será sinal de mais virus a circular – o que seria normal, pois estamos no pico da gripe? Ou chafaricas cada vez mais alegres de encher chouriços de falsos positivos?

Sabem o que isso significa para os falsos positivos? 99% são falsos positivos.

Só uma chafarica já fez perto de 1 000 000 testes. A 50 euros cada um, é uma facturação fabulosa por um pedaço de lixo estatistico. O país já vai em 7 000 000 de testes. A 150 000 cada cama UCI, quantas camas já foram para o lixo estatístico?

Falsos positivos em chafaricas que só querem faturar

 

 

 

Anterior
Próximo