Ex-bastonário a explicar falsos positivos e como se destroem hospitais

Num acto de coragem, o ex-bastonário José Manuel Silva continua a explicar o que são falsos positivos e porque é que tratar uma gripe como ébola destroi os hospitais. Não é o vírus, é a burrice cega que inventa “casos” e depois os trata como ébola que causa a morte de 300 a 400 pessoas em excesso por dia.

Comete um lapso muito comum e menciona sensibilidade em vez de especificidade. A especificidade e prevalência é que determinam os falsos positivos ainda que seja a sensibilidade que mede os verdadeiros positivos.

 

Anterior
Próximo