EUA sem aumento de mortalidade relevante em 2020

EUA sem aumento de mortalidade relevante em 2020

Os EUA não tiveram um aumento de mortalidade relevante em 2020. Depois de ajustar a mortalidade ao inevitável e mais que conhecido envelhecimento da população, não há qualquer crescimento relevante. A grande catástrofe prometida equivale à mortalidade do início do milénio, valores banais no inicio de 2001. Primeiro gráfico.

O desfazamento de mortalidade nas faixas etárias não afectadas por o vírus palhaço é um indicador fortíssimo que mesmo a regressão banal da mortalidade se fica a dever mais às medidas que ao vírus. A mortalidade afetou mais os grupos de baixo risco, logo pouco provável que o vírus tenha sido o motor. Mataram-se mais por falta de cuidados que do vírus. Uma vez mais. Gráficos do fundo à esquerda.

Os confinamentos e medidas medievais impostas não aparentam qualquer relação com a mortalidade.

Portugal com “milagres”, com “povo muito capaz” ultrapassou todos os indicadores dos EUA com “irresponsabilidade”. Não, não tenho qualquer afinidade política! A mesma lenga lenga para todos os países que de uma forma ou outra foram acusados de coisas muito más pela media desesperada por sobreviver. No fim, quem vai morrer é o jornalixo de sarjeta.

 

EUA sem aumento de mortalidade relevante em 2020

 

Anterior
Próximo