Marcelo palhaço da máscara e do “mudar narrativa”

Marcelo Rebelo de Sousa é um palhaço. Um palhaço do novo normal, em vez de nariz vermelho usa máscara como adereço para gozar com a vossa cara. Sem desprimor pela profissão digna de palhaço.

Marcelo é um palhaço que vai visitar um idoso com elevado risco de doença, sem máscara, durante um dos seus estados de emergência da treta. Marcelo é um palhaço que vai visitar países e seus lideres sem máscara. Marcelo, o palhaço, vai visitar um país irmão e usa máscara para estar perto do presidente desse país irmão. Marcelo é indigno. Marcelo disse que era preciso mudar a narrativa e faz questão de manter a mesma mentira, alinhar com jornalixo no ataque abjecto a um presidente de um país que não ordenou a destruição gratuita da sua sociedade!

Marcelo é um palhaço indigno que tem que ser corrido por manifesta incapacidade de manter sequer a dignidade do cargo que ocupa, por ser traidor da constituição ao decretar estados de emergência absolutamente inconstitucionais, por ser uma marioneta de interesses obscuros.

O presidente do Brasil devia ter imposto a dignidade na sua casa e recusado um tal palhaço de ir fazer politica nojenta para casa alheia. Devia ter recusado a visita por manifesta representação não de Portugal mas de interesses externos.

Marcelo palhaço da máscara e do “mudar narrativa”

Marcelo já trocou presentes com o Papa Francisco

Marcelo palhaço da máscara e do “mudar narrativa”

Anterior
Próximo