A dimensão dos falsos positivos

A dimensão dos falsos positivos

A dimensão dos falsos positivos

Sobreposição de 2 gráficos com os dados de Madrid. as linhas coloridas são os “casos” oficiais na região, por idades. Notem no pico na semana 38 – do ano – dos “casos”. A linha a vermelho com círculos, é a positividade de testes PCR com menos de 20 ciclos, ou seja a linha de reais casos clínicos com alguma relação com realidade clínica, com alguma capacidade de infectar. O pico é na semana 31, 7 semanas antes.

Ou seja, as curvas de casos não tem qualquer adesão à qualquer realidade clínica, são apenas lixo estatistico.

O mesmo na semana 3.

Desfazamentos inexplicáveis, lixo estatistico.

Anterior
Próximo