andre-dias.net

Tribunais, o ultimo reduto de racionalidade e estado de direito

O supremo tribunal da região Espanholha da Andaluzia, negou e anulou o uso de passaportes sanitários para entrar no comércio.

Com base perfeitamente racionais, que os governos foram incapazes de ter decência. A violação de direitos que tal medida acarreta não é proporcional ao risco que a doença representa, o efeito que tal medida contribui é nulo na prevenção.

Ao escolher o setor da hotelaria constituiria uma medida persecutoria sem qualquer prova de que tal sector é causa maior de infeções.

Que não é possivel suspender direitos fundamentais com justificações absurdas de “prevenção”.

Racionalidade.

O governo de vermes, em resposta impos recolher obrigatório numa cidade porque os testes positivos sem qualquer valor preditivo positivo estão num limiar qualquer aleatório que os vermes definiram. Uma ditadura portanto.

Tribunais, o ultimo reduto de racionalidade e estado de direito

Anterior
Próximo
Exit mobile version